Destaques

 

 

Notícias sobre o Montijo

O que há de novo no Observatório

Áreas temáticas

Inquérito em Curso

Sabe o que é o Orçamento Participativo?
 

O Observatório

LEIA A PROPÓSITO...

em Agenda



Iniciativa "Conversas no Bairro" PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Admin Oc Montijo   
Quarta, 25 Fevereiro 2015 21:34

O Observatório do Cidadão do Montijo assistiu no passado dia 21 de fevereiro à apresentação pública da iniciativa "Conversas no Bairro".

A importância da participação pública dos cidadãos foi uma das notas dominantes da apresentação da iniciativa que tem como objetivo promover a participação ativa dos cidadãos no processo de revisão do Plano Diretor Municipal do Montijo (PDM).  Um espaço para "a partilha de ideias e para a participação das pessoas no desenho da cidade e na construção do território".

As "Conversas no Bairro" vão decorrer entre março e julho de 2015 com, pelo menos, uma sessão por freguesia e com incidência geográfica em áreas ou bairros específicos do concelho e pretende ser, essencialmente, "um fórum de debate e de partilha de ideias para o concelho do Montijo" com todos os cidadãos, independentemente do seu local de residência.

As Sessões são públicas e de entrada livre, qualquer interessado poderá participar como orador mediante inscrição prévia. Para o efeito basta enviar a comunicação, máximo folha A4, com o respetivo tema para o email: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar

A primeira Sessão está agendada para o dia 6 de março, às 21h00, na Sociedade Recreativa do Bairro do Areias.

Poderá também submeter o seu contributo/sugestão através da plataforma online "Participação Interativa". Nesta plataforma, sem necessidade de registo prévio, encontrará um mapa interativo sobre o qual serão registadas todas as sugestões formuladas ou ainda, através de atendimento presencial assegurado pela equipa técnica adstrita, mediante marcação prévia (telefone n.º 212327639, ou do email: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript ativado para o visualizar )

atualizado em Quarta, 25 Fevereiro 2015 23:16
 
II Conferência de Planeamento Regional e Urbano PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Admin Oc Montijo   
Terça, 27 Agosto 2013 15:21

No passado mês de Julho, nos dias 6 e 7, o Observatório do Cidadão do Montijo esteve presente na II Conferência de Planeamento Regional e Urbano, promovida pela APPLA - Associação Portuguesa de Planeadores do Território, e que teve lugar na Universidade de Aveiro. A nossa representação fez-se através da apresentação de um artigo cujas conclusões podem ser aqui consultadas.

atualizado em Segunda, 25 Novembro 2013 15:57
 
Programa Cidadania Ativa PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Dora Carvalho   
Quarta, 27 Março 2013 11:20

O Observatório do Cidadão do Montijo assistiu, no passado dia 22 de março na Fundação Calouste Gulbenkian, à Sessão de lançamento oficial do Programa Cidadania Ativa / EEA Grants.

A sessão de lançamento oficial do Programa, aberta pelo presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, Artur Santos Silva, por Ove Thorsheim, Embaixador da Noruega, país financiador, e pelo Secretário de Estado do Mar, Manuel Pinto de Abreu, contou com uma grande afluência de ongs portuguesas.

Na sessão da manhã, em painel moderado por Luisa Valle da Gulbenkian, Raquel Campos Franco, da Universidade Católica e do Impulso Positivo, apresentou o Terceiro Sector em Portugal (consulte a publicação "O sector não lucrativo português numa perspectiva comparada"), Viriato Soromenho Marques fez uma intervenção sobre Democracia, Direitos humanos e Sociedade Civil, e Patrícia Brandellero, Coordenadora da área das ONG do Gabinete do Mecanismo Financeiro EEE explicou os grandes objetivos do Programa, tendo lançado a campanha No Hate Speech Movement, iniciada neste dia internacionalmente (www.nohatespeechmovement.org).

O Programa dispõe de um montante total de 5,8 milhões de euros, decorre entre 2013 e 2016 e os apoios serão concedidos através de concursos periódicos (projetos financiados a 90%).

O financiamento é destinado a apoiar ongs ou entidades do terceiro sector com o objetivo de reforçar o desenvolvimento da sociedade civil e o seu contributo para o progresso da justiça social, da defesa dos valores democráticos e do desenvolvimento sustentável.

A Fundação Calouste Gulbenkian é a entidade gestora dos fundos eea grants para a área das ong em Portugal. Os fundos integram o quarto mecanismo financeiro desta natureza em Portugal (Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu, EEE), que visa o reforço das relações bilateriais e que é financiado por três países, a Noruega, a Islândia e o Liechtenstein. A gestão destes fundos foi lançado em concurso público o ano passado, tendo a Fundação Calouste Gulbenkian sido selecionada para sua gestora. Segundo palavras do gestor do programa, Luís Madureira Pires, na sessão de lançamento ocorrida no passado dia 22 de março na Gulbenkian, trata-se de um programa exigente, com metas a atingir e com regras de execução muito exigentes.” Como afirmou, “as ongs portuguesas não são menos capazes que todas as outras”, e com certeza que darão a melhor resposta a este desafio lançado hoje, tendo assegurado que a fundação tudo fará para apoiar as organizações a executar da melhor forma possível os seus projetos.

Este programa de intervenção abrirá o primeiro concurso a 29 de abril próximo, estando este aberto durante dois meses. A construção de parcerias, nacionais e internacionais, estas com ongs dos países financiadores, foi altamente incentivada, estando alocada para esta cooperação bilateral uma parte específica dos fundos.

O domínio de atuação das ongs candidatas terá que ser um de três:

A. Participação das ONG na conceção e aplicação de políticas

B. Promoção dos valores democráticos, incluindo a defesa dos Direitos Humanos, dos direitos das minorias e da luta contra as discriminações

C. Reforço da eficácia da ação das ONG

As verbas para grandes projetos oscilará entre 25.000 e 125.000 euros e a duração máxima dos mesmos será de 24 meses (concursos 2013) e de 18 meses (2014). Os pequenos projetos serão apoiados num valor entre os 10.000 e os 25.000 euros e terão a duração máxima de 12 meses.

Para mais informações consultar: http://www.cidadaniaativa.gulbenkian.pt

 

Links úteis

http://www.eeagrants.org/

http://www.eeagrants.gov.pt/

http://humanrightshouse.org/Articles/5042.html

http://www.nohatespeechmovement.org/

atualizado em Quarta, 27 Março 2013 11:36
 
Montijo Lugar de Encontros PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Dora Carvalho   
Quarta, 20 Março 2013 15:31

O Observatório do Cidadão do Montijo assistiu, no passado dia 15 de março no Café da Praça da República, à apresentação do Projeto Montijo Lugar de Encontros.

Este Projeto visa dinamizar o encontro entre as pessoas, as artes, a natureza, o espaço urbano e rural, com especial destaque para o Jardim Casa Mora e Praça da República, através de uma programação cultural e turística diversificada, desde a música, dança, teatro, gastronomia, artesanato, entre outros eventos.

Paralelamente à programação do Montijo Lugar de Encontros, a Câmara Municipal coloca o Jardim Casa Mora e a Praça da República à disposição de todos os cidadãos, instituições públicas ou privadas, que pretendam desenvolver nestes espaços iniciativas ou eventos que promovam a participação ativa dos seus associados e dos cidadãos em geral.

A iniciativa surge de uma parceria entre a Câmara Municipal do Montijo, a Associação para a Formação Profissional e Desenvolvimento do Montijo, a Junta de Freguesia do Montijo e Juntas de Freguesia de Canha, de Pegões e de Santo Isidro, com o objetivo de dinamizar equipamentos e espaços públicos, apoiar atividades culturais de interesse para o município e envolver as forças vivas representativas da realidade socioeconómica, cultural e desportiva do concelho.

Consulte aqui o Projeto Montijo Lugar de Encontros.

atualizado em Quinta, 21 Março 2013 00:14
 
Colóquio Internacional Cidadania na Sociedade do Conhecimento PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Dora Carvalho   
Quarta, 12 Dezembro 2012 12:06
Integrado na Comissão Organizadora do Colóquio Internacional Cidadania na Sociedade do Conhecimento e promovido pelo Centro de Filosofia das Ciências da Universidade de Lisboa (CFCUL), o Observatório do Cidadão do Montijo, esteve presente nos dias 3 e 4 de Dezembro no Anfiteatro da Fundação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.
"Equacionar, a partir da observação multifacetada da realidade portuguesa, o modo como os cidadãos se perfilam e convivem com o conhecimento das situações com que se defrontam, qualquer que seja o espaço que habitam.
Partindo do princípio que a cidadania ativa, informada e reflexiva pode contornar o que as instituições fazem ou deixam de fazer em prol do bem-estar social, a linha de I&D procura demonstrar que a efetiva participação dos cidadãos na conceção e na assunção das decisões que lhes digam direta ou indirectamente respeito é a pedra de toque da governação alternativa à do poder autocrático."
O Colóquio contou com conferências por oradores convidados, a apresentação e discussão de comunicações livres e a apresentação de conclusões no final.
O programa do evento foi organizado em torno de quatro painéis temáticos:

- A Promoção da cidadania com Mediação do conhecimento;
- A Literacia digital e cidadania;
- Redes sociais e cidadania;
- E-government e participação pública.

Consulte as Comunicações apresentadas:
Libertos de falsos medos e esperanças: conhecimento e cidadania
J A Colen

Elisabete Andrade, Helena Copetti Callai, Sérgio Claudino Loureiro Nunes
Nilton Bahis dos Santos

Mais informações consulte o site
atualizado em Quarta, 12 Dezembro 2012 14:41
 
<< Início < Anterior 1 2 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 2

O Cidadão do Montijo e a "WWW"

Páginas e blogs dos internautas do Montijo dedicados à nossa cidade ou com textos, fotografias e temas sobre o Montijo. Participe enviando-nos o endereço da sua página para cidadaniamontijo@gmail.com.

 

Se é utilizador duma rede social, pode seguir-nos na que lhe merecer adesão

                             facebook    twitter