Destaques

 

 

Notícias sobre o Montijo

O que há de novo no Observatório

Áreas temáticas

Inquérito em Curso

Sabe o que é o Orçamento Participativo?
 

O Observatório

LEIA A PROPÓSITO...

em Agenda

Porque são as eleições europeias de 2014 diferentes? PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Dora Carvalho   
Quarta, 14 Maio 2014 15:16

São as primeiras eleições desde que o Tratado de Lisboa, de 2009, atribuiu ao Parlamento Europeu novos e importantes poderes.

Um desenvolvimento importante introduzido pelo Tratado consiste no facto de os Estados-Membros da UE terem que - pela primeira vez - ter em conta os resultados das eleições europeias, quando nomearem o próximo presidente da Comissão Europeia, que sucederá a José Manuel Durão Barroso no outono de 2014. O novo Parlamento terá de aprovar este candidato: compete-lhe "eleger" o presidente da Comissão, segundo as palavras do Tratado. Isto significa que os eleitores têm agora uma palavra a dizer sobre quem assume o comando do órgão executivo da UE.

Dos 13 partidos políticos europeus, cinco nomearam candidatos à sucessão do atual presidente da Comissão Europeia. O PPE nomeou Jean-Claude Juncker, antigo primeiro-ministro do Luxemburgo e antigo presidente do Eurogrupo; o candidato do PSE é Martin Schulz, atual presidente do Parlamento Europeu; os Liberais e Democratas escolheram Guy Verhofstadt, antigo primeiro-ministro da Bélgica e atual líder do grupo liberal no Parlamento Europeu; os Verdes nomearam um duo de atuais eurodeputados, o francês José Bové e a alemã Ska Keller; a Esquerda Europeia apresentou como candidato Alexis Tsipras, líder do partido grego SYRIZA.

A nova maioria política que emergir das eleições irá igualmente determinar a legislação europeia durante os próximos cinco anos em domínios que vão desde o mercado único às liberdades cívicas. O Parlamento - a única instituição da UE que é diretamente eleita pelos cidadãos - é hoje em dia um ponto fulcral do sistema decisório europeu e pronuncia-se em pé de igualdade com os governos nacionais sobre quase todas as leis da UE.

 

O Cidadão do Montijo e a "WWW"

Páginas e blogs dos internautas do Montijo dedicados à nossa cidade ou com textos, fotografias e temas sobre o Montijo. Participe enviando-nos o endereço da sua página para cidadaniamontijo@gmail.com.

 

Se é utilizador duma rede social, pode seguir-nos na que lhe merecer adesão

                             facebook    twitter