Destaques

 

 

Notícias sobre o Montijo

O que há de novo no Observatório

Áreas temáticas

Inquérito em Curso

Sabe o que é o Orçamento Participativo?
 

O Observatório

LEIA A PROPÓSITO...

em Agenda

O Sector Social PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Dora Leitão   
Quinta, 26 Julho 2012 00:07

O sector social é um sector da economia na medida em que presta serviços e fornece bens, cria emprego e movimenta dinheiro, mas não tem fins lucrativos; e integra-se no chamado terceiro sector da economia (ou sector não lucrativo). As suas principais características residem no facto de ser um sector sem fins lucrativos e de construir a sua actividade com base em práticas de solidariedade.

O campo de acção do terceiro sector é muito vasto e dele fazem parte associações e fundações em áreas tão diversas como a cultura e o lazer, desporto e educação, saúde, desenvolvimento científico e protecção ambietal; ajudando a combater a pobreza e a exclusão social, a fome e a doença, o analfabetismo, contribuindo também para a educação social e ambiental.

Para além da importância na prestação de serviços sociais, e não só, é também de realçar a sua contribuição na criação de emprego. Em 2002 (Franco et al 2005) todo o terceiro sector, em Portugal, dava emprego a cerca de 250.000 pessoas, 70% das quais recebiam uma remuneração, enquanto as restantes 30% trabalhavam em regime de voluntariado; o que equivalia a 4,2% da população activa permitindo-nos avaliar o peso deste sector na economia. No concelho do Montijo, e segundo o CENSOS 2011, trabalhavam em actividades de natureza social 37,32% dos trabalhadores do sector terciário, correspondendo a 28,06% do total da população empregada e a 24,37% da população economicamente activa.

Em Portugal o terceiro sector, particularmente o sector social, é caracterizado pelas Instituições Particularidades de Solidariedade Social (IPSS), que pela natureza dos bens e serviços que oferecem são reconhecidas pelo estado como instituições de "utilidade pública" beneficiando com isso através de acordos de cooperação e de gestão com a Segurança Social.

É de referir que de acordo com os dados disponíveis, e no que ao sector social diz respeito, a maioria das IPSS existentes estão organizadas em, por ordem decrescente, Associações de Solidariedade Social, Irmandades da Misericódia (Santa Casa da Misericórdia), Centros Sociais Paroquiais, Fundações de Solidariedade Social, entre outras.

 

Créditos: FRANCO, Raquel C., SOKOLOWSKI, S.W., HAIREL, Eileen M.H., SALAMON, Lester M. (2005). O Sector não Lucrativo Português numa Perspetiva Comparada

              Carta Social (www.cartasocial.pt) 

atualizado em Quarta, 27 Março 2013 11:38
 

O Cidadão do Montijo e a "WWW"

Páginas e blogs dos internautas do Montijo dedicados à nossa cidade ou com textos, fotografias e temas sobre o Montijo. Participe enviando-nos o endereço da sua página para cidadaniamontijo@gmail.com.

 

Se é utilizador duma rede social, pode seguir-nos na que lhe merecer adesão

                             facebook    twitter